Campo Mourão, quinta-feira, 25 de abril de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Beleza/Sáude

21/02/2017 | Concebido por Goioerê

Dicas para melhorar a flacidez

Dicas para melhorar a flacidez

A flacidez é o nome dado ao enfraquecimento das fibras colágenas e elásticas que sustentam os tecidos do organismo. Pode ocorrer na pele ou na musculatura. A flacidez pode ocorrer de forma genética ou natural, como através do excesso de sol, sedentarismo, alimentação inadequada, fumo, gravidez, obesidade e distúrbios hormonais.

Na flacidez muscular ocorre a perda do tônus muscular. As principais causas são o sedentarismo, a falta de exercício físico e a alimentação inadequada. A flacidez da pele deve-se à perda de elementos do tecido, como fibroblastos, colágeno e elastina, diminuindo a firmeza entre as células, "afrouxando" a pele. Em consequência, a pele fica caída e com aspecto envelhecido.

A flacidez ocorre mais nas mulheres do que nos homens. Isso se dá pela variação hormonal, quando há diminuição do colágeno e da elastina (fibras que dão sustentação à pele). Claro que existem pessoas com maior propensão para a flacidez, e em muitos casos somente os cuidados com o corpo não eliminam o problema.

Tratamento para Facidez

Quando o objetivo é deixar a pele mais firme de um jeito rápido e eficiente, os tratamentos estéticos podem dar aquela força. Embora tenham nomes diversos, os tratamentos agem de forma parecida: estimulam a produção de colágeno.

Vale lembrar que flacidez de pele e de músculo são diferentes: a primeira é caracterizada por uma frouxidão no tecido e surge por vários motivos, como excesso de sol, gravidez, efeito sanfona e o próprio envelhecimento natural (que geralmente começa após os 30 anos). Já a flacidez do músculo surge principalmente pela falta de atividade física (além da passagem do tempo). Antes de iniciar um tratamento, é importante fazer uma avaliação médica para checar qual técnica é mais indicada para o seu caso.

O que fazer para melhorar a flacidez?

As mulheres que desejam conquistar o corpo perfeito, em geral, recorrem à dieta em primeiro lugar para enxugar a silhueta. Mas depois de mandar os quilinhos a mais embora, o que fazer com a pele flácida que sobrou e continua a render medidas extras?

Vale lembrar que associar a reeducação alimentar à prática de exercícios é o melhor caminho para emagrecer com saúde e ainda evitar a flacidez nos locais onde a concentração de gordura era maior.

  • dieta para evitar a flacidez deve ser equilibrada, rica em frutas, verduras, proteínas e opções com baixo índice glicêmico. Gorduras saturadas e o excesso de açúcar, devem ficar de fora da rotina, pois eles favorecem a inflamação das células, que leva ao aspecto flácido. Nutrientes como as vitaminas C e E, carotenóides e selênio são antioxidantes que ajuda no combate dos radicais livres, que também tiram a firmeza da pele.
  • Praticar atividade física é fundamental para combater a flacidez. Exercícios de força, resistência ou alongamento, praticados principalmente em academias, são a melhor alternativa para quem quer deixar a pele firme. Assim, aposte em aulas de musculação, body pump e ginástica localizada, que enrijecem os músculos. A natação, hidroginástica e principalmente o Pilates  também são indicados para combater a flacidez.
  • A associação de carboxiterapia e corrente russa é um dos exemplos de tratamento eficaz contra a pele flácida. O primeiro consiste no uso de injeções de gás carbônico em camadas mais profundas da área tratada, estimulando a circulação sanguínea e a produção de colágeno. O procedimento é indolor e deixa a região lisa e firme. O segundo utilizada eletrodos, que são ligados à pele dando pequenos choques para fortalecer os músculos. Os dois tipos de sessões só podem ser feitos em clínicas de estética, com intervalos de pelo menos uma semana.
  • Quem prefere apostar em tratamentos por via oral pode investir nas cápsulas de carcinina ou silício. A primeira é feita de um aminoácido que impede a desintegração do colágeno, garantindo a firmeza dos músculos. Você deve consumir 100 miligramas por dia da substância, que também é conhecida como glycoxil.
  • Há ainda a possibilidade de investir em cremes capazes de promover o enrijecimento dos tecidos. Na hora de escolher os produtos, prefira aqueles com fórmulas ricas em DMAE e manteiga de karité. O DMAE possui a propriedade de reduzir a retenção de líquidos e eliminar as toxinas que inflamam as células e levam à flacidez. Já a manteiga de karité atua no estímulo da síntese de colágeno, além de ser encontrada com facilidade.

Com o metabolismo em desaceleração, a produção de colágeno e elastina entra em queda abrupta. Além de rugas com maior profundidade, a flacidez pode se instalar, especialmente na região da mandíbula e do pescoço, o que envelhece a fisionomia. Aém da falta de firmeza, a hidratação natural da pele nessa fase não é mais tão eficiente, ela passa a ficar ressecada e sem brilho. Aposte em cosméticos mais emolientes que contenham ativos firmadores, como DMAE, tensine, raffermine e argireline na fórmula. Eles agem em duas frentes: dão um efeito tensor imediato e estimulam a síntese de colágeno a médio prazo.(se você ainda se queixa de oleosidade, deixe a tarefa para o creme noturno).

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | BELEZA E SAÚDE

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334 |
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal