Campo Mourão, segunda-feira, 20 de novembro de 2017 Trocar cidade

Esportes

04/09/2017 | Concebido por Goioerê

Para Barreto, cenário dá recado para Felipe Melo: Não tem mercado que imaginava

Para Barreto, cenário dá recado para Felipe Melo: Não tem mercado que imaginava

A relação entre Felipe Melo e Palmeiras, cheia de altos e baixos, ganhou mais um episódio nesta segunda-feira, quando o volante foi reintegrado ao elenco, após um afastamento provocado por desentendimento com o técnico Cuca. 

Para o apresentador Marcelo Barreto, embora a estratégia do treinador não tenha dado certo, o fato também deixas lições para o jogador e mostra que, apesar de ter chegado ao clube com pompas, pode ter de "reajustar" o pacote quando resolver sair, como chegou a ser cogitado durante a "crise" vivida no clube.

- Tem um recado claro sendo passado para o Cuca: o que ele queria fazer em termos de moralização, de afastar o jogador, não deu certo, tem que voltar porque a Justiça do Trabalho não permite e ele vai ter que lidar com essa situação. Mas acho que tem uma preocupação para o Felipe também: ele claramente não tem o mercado que talvez ele imaginava. Não sei se ele imaginava, mesmo no Brasil... - considerou, no "Seleção SporTV".

Ao continuar a análise sobre a situação do jogador, que colecionou declarações polêmicas e chegou a ser punido por protagonizar uma confusão na partida contra o Peñarol, pela Libertadores, Barreto lembrou da chegada do jogador. Para ele, embora tenha chegado em alta ao clube, a vitrine pode não continuar a mesma.

- Ele voltou para o Brasil se posicionamento como um produto "premium", jogador ex-seleção, ex-Copa do Mundo, carreira no exterior, na Europa, jogando em grandes clubes, capaz de chegar em um clube grande para receber um salário alto, e ele conseguiu isso com o Palmeiras, chegar e causar impacto.

Hoje, está passado o recado para ele: "você conseguiu isso com o Palmeiras, mas daqui pra frente precisa ajustar alguma no pacote, vai ter que abrir mão de alguma coisa - disse.
Para o jornalista Marcos Carvalho, o volante acabou acrescentando algo negativo ao "pacote" ao reforçar a fama de pit bull. Para o repórter do SporTV, a questão financeira não é o único fator que pode pesar em relação à contratação do jogador por outros clubes.

- O Flamengo, por exemplo, tem condições de pagar um salário para o Felipe Melo. Atlético-MG, idem. Pelo menos uns três ou quatro clubes poderiam pagar um salário hoje para o Felipe Melo. Só que o pacote do Felipe é a possibilidade de causar tumulto no vestiário, causar problema com a comissão técnica, e os clubes não querem pagar para ver isso - disse.

O jornalista Vicente Seda, do Globoesporte.com, acredita que o próprio Palmeiras pode ter contribuído para desvalorizar o jogador e, com isso, pode ter dificuldade em negociá-lo caso não pretenda mais utilizá-lo, apesar de o jogador ter contrato mais longo até que o treinador - o vínculo do volante vai até final de 2019, enquanto o de Cuca se encerra em dezembro de 2018.

- A partir do momento que o Cuca toma uma decisão como essa, de afastar o cara do grupo, ele está obviamente desvalorizando um artigo do clube dizendo: "a gente não quer mais". Aí ele já cai em um patamar do mercado. E tem a reação do Cuca e a reação do cara - completou.

Reintegrado nesta segunda-feira, Felipe Melo concedeu entrevista coletiva e negou que tenha se oferecido aos outros clubes. O jogador disse ter recebido ofertas de vários clubes europeus e admitiu dificuldades no período em que precisou treinar separadamente, mas disse que vai honrar a camisa do Palmeiras e "fazer o que mandarem". Sobre a relação com Cuca, ele chjamou atenção ao dizer que não pediu desculpas ao treinador (veja a entrevista na íntegra).

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | SPORTV

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334 |
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal