Campo Mourão, sábado, 23 de fevereiro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Campo Mourão

15/01/2019

Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Campo Mourão realiza visita técnica a Colônia Witmarsum

Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Campo Mourão realiza visita técnica a Colônia Witmarsum

No final da próxima semana, a Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios de Campo Mourão e Região (Cmeg) promove uma visita técnica a Colônia Witmarsum, localizada no Município de Palmeira (a cerca de 70 quilômetros que Curitiba).

A saída do ônibus que levará a caravana será no dia 25 (sexta-feira), a meia noite, da frente da unidade local do Senac, com chegada pela manhã a colônia Witmarsum. Uma vasta programação de visitas e intercâmbio será cumprida na localidade, com a saída para retorno a Campo Mourão marcado para o dia 26, após a participação dos integrantes da caravana em um café colonial.

A realização da visita técnica tem o apoio do Sistema Fecomércio Paraná Sesc Senac e também do Sindicato Empresarial do Comércio de Campo Mourão e Região (Sindicam). Os interessados em participar da visita técnica podem obter mais informações pelo telefone (44) 99940 0410 ou junto as diretoras da Cmeg/Campo Mourão.

Witmarsum

A Colônia Witmarsum foi formada em julho de 1951 por menonitas que reimigraram da cidade de Witmarsum, situado no Estado de Santa Catarina. Os menonitas da Colônia Witmarsum pertencem ao grupo dos menonitas alemães-russos, que tem sua origem na Frísia, no norte da atual Holanda e Alemanha. Através da Prússia eles imigraram para Rússia no século XVIII, de onde fugiram do regime comunista em 1929. Em 1930 vieram ao Brasil onde, após um tempo em Santa Catarina, fundaram em 1951 a Colônia Witmarsum, no Paraná. Graças a um financiamento conseguido junto aos menonitas da América do Norte, foi possível comprar em 1951 a Fazenda Cancela.

A sede da antiga fazenda é ocupada atualmente pelo museu Casa Fazenda Cancela e a colônia ocupa uma área de aproximadamente 7.800 hectares, com aproximadamente 1500 habitantes. Compreende cinco núcleos de povoamento, denominados aldeias e numerados de 1 a 5. Sua base econômica reside na agropecuária, desenvolvida sobretudo no setor da pecuária leiteira. Também há criação de frangos e porcos para o abate e plantações de soja e milho. O turismo é outra importante atividade, com a existência de muitas pousadas, cafés, confeitarias típicas, restaurantes e lojas de artesanto. Oferece ainda uma feirinha gastronômica aos fins de semana. A colônia é referência na produção de leite e queijos. Já a culinária típica tem como destaque as tortas e salsichas alemãs, além dos tradicionais eisbein (joelho de porco), chucrute e marreco recheado.

Na Colônia de Witmarsum ocorrem as Estrias Glaciais de Witmarsum, um registro marcante da grande glaciação que ocorreu do Carbonífero inferior ao Permiano inferior, entre 360 e 270 milhões de anos atrás, quando toda porção sul do antigo supercontinente Gondwana, então parte da atual América do Sul, ficou coberto por espessas camadas de gelo.

 

PUBLICIDADE

Fonte: CAMPO MOURÃO | CIDADE PORTAL | ASSESSORIA DE IMPRENSA

Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Campo Mourão realiza visita técnica a Colônia Witmarsum
Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Campo Mourão realiza visita técnica a Colônia Witmarsum

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334 |
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal