Campo Mourão, quarta-feira, 29 de janeiro de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE

Região

31/10/2019

Uso racional de medicamentos é tema de formação continuada em Roncador

Uso racional de medicamentos é tema de formação continuada em Roncador

A prefeitura de Roncador, por meio da Secretaria Municipal de Saúde está promovendo capacitação sobre o “Uso racional de medicamentos”. Essa formação continuada é direcionada para as agentes comunitárias de saúde do Município e contempla quatro encontros, que acontecem no período de outubro a dezembro de 2019.

De acordo com a coordenadora do departamento de assistência farmacêutica, EdlaLupes, o objetivo é capacitar e integrar as agentes comunitárias de saúde com os demais profissionais da equipe da atenção básica, para que possam ser ampliadas as ações de saúde e racionalização do uso de medicamentos.

A coordenadora explica que após o acompanhamento, foram identificados alguns problemas por parte dos usuários da rede de saúde local. Entre os quais, enumerou os mais preocupantes: dificuldade em identificar a medição e forma correta de uso; falta de adesão ao tratamento; medicamentos guardados vencidos nas residências e automedicação.

Para a prefeita, Dra. Marilia, o uso de medicamentos de forma errada pode comprometer todo o tratamento prescrito, por isso é tão importante investir em capacitaçãopara as equipes que estão em contato com as pessoas no dia a dia”, disse.

A prefeita disse ainda que, espera reflexos positivosdessa capacitação, principalmente na melhoria na qualidade de vida dos usuários da rede de saúde, otimização dos recursos públicos eacessoaos medicamentos essenciais.

O uso racional de medicamentos:

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, entende-se que há uso racional de medicamentos quando os pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade.

Mas essa conduta não é o que acontece em muitos casos que se enquadram como uso irracional de medicamentos. Veja alguns exemplos:

  • uso de muitos medicamentos por paciente ("poli farmácia");
  • uso inadequado de antimicrobianos, muitas vezes em dosagem inadequada, para infecções não bacterianas;
  • excesso de uso de injeções quando formulações orais seria mais apropriado;
  • falta de prescrição de acordo com as diretrizes clínicas;
  • automedicação inapropriada, muitas vezes medicamentos prescritos;
  • não aderência aos regimes de dosagem.
 
 

Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3522-7297

 

Fonte: CAMPO MOURÃO | CIDADE PORTAL | ASSESSORIA DE IMPRENSA

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991 | (44) 99979-3334 |
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal